12 dicas para escolher uma franquia

12 dicas para escolher uma franquia

23 de julho de 2019

Devido às vantagens e ao modelo de gestão, vários empreendedores brasileiros escolhem o franchising como primeiro negócio. Porém, ainda que tenham certeza em alguns pontos, muitos ainda têm dúvidas no momento de escolher uma franquia.

Esse tipo de questionamento é normal, tendo em vista os fatores de uma franquia que não são tão comuns ao público. Para tomar a melhor decisão, é importante ter um bom roteiro sobre qual caminho seguir.

Para ajudar você a ser bem-sucedido já no início da jornada, a seguir, apresentaremos algumas dicas de como escolher uma franquia. Continue com a gente!

1. Avalie a sua capacidade financeira

Por mais que o modelo do franchising seja mais organizado que outros tipos de investimento, ele também demanda um aporte financeiro inicial do empreendedor. Então, antes de escolher uma franquia, é importante realizar comparativos sobre o seu capital e as necessidades primárias do negócio.

Para começar o processo com maior tranquilidade, opte por uma franquia que esteja dentro da sua realidade. Considere sempre os valores que você já tem de imediato e não aportes a serem resgatados em futuras aplicações.

Se tratando de recursos, o empreendedor pode classificá-los em três tipos:

  1. baixo investimento: até R$ 100 mil;
  2. médio investimento: de R$ 100 até 500 mil;
  3. alto investimento: a partir de R$ 500 mil.

2. Conheça o seu perfil empreendedor em relação ao franchising

A franquia está para todos, mas nem todos estão para a franquia. Essa é uma frase constantemente utilizada em diferentes áreas que, basicamente, reforça a ideia de que é preciso ter uma identificação antes de seguir por certos caminhos.

O fato é que muitas pessoas só conhecem o modelo de franquia por meio de marcas famosas e bem-sucedidas, mas não entendem direito como funciona o sistema.

Antes de escolher uma franqueadora, é preciso entender se você tem o perfil certo para esse tipo de trabalho. As vantagens, desvantagens e regras devem estar bem claras para a realização de uma análise cuidadosa.

3. Valorize a afinidade com o segmento

Ter afinidade com o segmento escolhido aumenta bastante as chances de sucesso do projeto. Considerando que o franchising tem diversas áreas, é importante entender qual caminho é o mais agradável.

Isso pode não parecer tão importante para algumas pessoas. Porém, como franqueado, uma hora você precisará colocar a “mão na massa” ou experimentar algum produto. É melhor que isso aconteça com algo que você se identifique, não é mesmo?

4. Analise a marca

Muitos empreendedores tendem a optar pelas marcas que “bombam” como primeiro investimento. Isso é um erro, pois dessa forma não há levantamento de nenhum critério técnico no momento de escolher uma franquia, apenas empolgação.

Como explicamos, baseie a sua pesquisa pelas franquias mais próximas ao seu perfil, estudando o histórico das empresas e que tipo de estrutura é oferecida.

5. Conheça as regras e os pontos importantes do franqueador

Definidas as marcas que melhor se alinham ao seu perfil, é hora de estudar os pontos que podem ser aprimorados ou que você pode ter maior dificuldade em desenvolver, por exemplo:

  • treinamento;
  • marketing;
  • produtos;
  • preços.

Esses detalhes farão muita diferença na hora de conversar diretamente com a matriz e ajudarão no dia a dia de trabalho.

6. Estude o mercado

A análise de mercado é essencial para que você entenda como o segmento se comporta na sua região e a concorrência que você terá.

Além disso, essa pesquisa mostrará quais são as obrigatoriedades macroambientes às quais você terá que se adaptar, como economia local, leis, limitações geográficas etc.

Não obstante, a análise é importante para deixar você com o pé no chão, entendendo que a franquia é um investimento e, como tal, apresenta os seus riscos.

7. Tenha disponibilidade para o gerenciamento

Diferentemente do que muitos podem pensar, gerir uma unidade de franquia requer dedicação e paciência.

É preciso ter disponibilidade não só de tempo para aprimorar o conhecimento, mas também de investimento, a fim de garantir que nenhuma retirada seja feita nos primeiros meses.

8. Conheça o franqueador

O próximo passo antes de escolher uma franquia é conhecer o seu franqueador. Por mais que você tenha se decidido, é fundamental pesquisar sobre a credibilidade da marca e a forma de operação.

Franqueadoras tendem a dar suporte em questões como gestão de pessoas e montagem de ambiente, entre outras. Analise se o tipo de ajuda oferecida pela empresa é condizente com o seu planejamento.

9. Converse com franqueados sobre escolher uma franquia

Uma boa notícia para quem está na jornada de escolher uma franquia é a possibilidade de conversar com empreendedores mais antigos sobre as experiências deles.

Aproveite para visitar e tirar todas as dúvidas que puder. Questione sobre os pontos positivos e negativos em ser um filiado da marca e quaisquer outros fatores que achar interessante.

10. Leia a Circular de Oferta de Franquias (COF)

A COF é o documento descrito na Lei 8.955. Ela é essencial no processo para a aquisição de uma franquia e o investidor tem até 10 dias para estudá-la sem a obrigação de efetuar qualquer pagamento.

Ao recebê-la, foque em informações e dados de grande relevância, como taxas, responsabilidade do franqueado, mix de produtos etc.

11. Examine o contrato

Não demonstre pressa em assinar o contrato. Como investidor, você tem o direito de estudar a minuta por completo e com máxima cautela.

Nessa etapa, é interessante contar com a ajuda de um advogado ou especialista para tirar eventuais dúvidas e evitar que você finalize a negociação ainda com incertezas.

12. Tenha foco e disciplina

Assim como em qualquer outro tipo de investimento, você só terá sucesso no franchising se manter disciplina e foco no dia a dia.

Como explicado, o modelo de franquia tem regras e cada marca ainda apresenta as próprias normas. É essencial se manter dentro dos padrões estipulados, com organização e em parceria com o franqueador.

Enfim, essas foram as nossas dicas para você não errar na hora de escolher uma franquia. Mesmo para um empreendedor experiente em outras áreas, é interessante conhecer e se adaptar às regras do franchising para tomar as melhores decisões e obter o tão esperado sucesso com o novo negócio!

Que tal entender como conseguir um fiador e garantir o capital financeiro para a sua franquia?

João Gabriel Ribeiro

João Gabriel Ribeiro

Analista de Marketing Digital do Grupo Alento, franqueadora detentora das marcas Billy The Grill, Vizinhando e Naa! Sushi Bar.

Facebook Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *