7 passos pra você escolher sua franquia

7 passos pra você escolher sua franquia

8 de setembro de 2017

O sonho de ter o próprio negócio é compartilhado por muitas pessoas e um dos caminhos para se tornar empresário é através da abertura de uma franquia. A tarefa parece simples, mas requer pesquisa, dedicação ao novo negócio e investimento financeiro, principalmente no setor de bares e restaurantes. Veja o nosso passo a passo para te ajudar a escolher sua franquia:

1 – Antes de escolher sua franquia, estude o ramo de atuação da franquia

Ok, você já escolheu seu ramo. Mas o que o motivou a isso? É preciso gostar da área escolhida e, se possível, ter um mínimo de conhecimento, o que tornará o desenvolvimento das atividades muito mais fácil e agradável. Agregue ao seu trabalho algumas horas de estudo para conhecer os produtos, o serviço do seu negócio, sua concorrência e seu posicionamento no mercado.

Uma boa dica é visitar feiras que ocorrem anualmente nas principais cidades do país, voltadas especificamente para o tema. Possuindo uma grande variedade de negócios em exposição, elas ampliarão seus horizontes com novas possibilidades.

Programas de coach dado a empreendedores iniciantes são de grande valia para nortear o indivíduo no mundo dos negócios, orientando e ajudando na análise do perfil e investimentos adequados. O futuro empresário precisa estar ciente de todos os riscos e potenciais de ganhos que estão envolvidos com o novo negócio. Avalie também aspectos pessoais. Rotina de trabalho exigida, distância para o negócio, ambiente de trabalho, além de outros aspectos.

2 – Conhecimento das taxas cobradas

A pesquisa de um novo negócio exige que o indivíduo entre em contato diretamente com o franqueador e tenha consciência de que existem algumas taxas na modalidade, que são referentes à franquia, royalties, propaganda e promoção. Nem sempre todas as taxas são cobradas.

taxa de franquia: assegura o direito do uso da marca;

taxa de royalties: envolve todo o projeto e tecnologia que o negócio exige;

taxas de propaganda e promoção: como o próprio nome diz, envolvem custos de
divulgação, como campanhas e mídias, voltadas para a marca.

O somatório dos custos das taxas é primordial para a escolha do negócio e muitas vezes se torna critério de desempate.

3 – Definição do ponto

A localização física é outro fator importantíssimo para o sucesso do seu negócio. Muitas vezes o preço varia conforme a região e a franquia estabelece uma metragem mínima. Conhecimentos na área de atuação, oportunidades e concorrência podem determinar o lugar mais acertado para iniciar os negócios, ou conferir um diferencial pra você na hora de desenvolver um negócio. Afinal é mais fácil trabalhar uma região que você já conhece.

4 – Destinar parte do investimento ao capital de giro

Outra exigência para estar apto à franquia é possuir uma quantia referente ao capital de giro, que irá assegurar a saúde financeira do empreendedor e será somado a todos os custos iniciais. O capital de giro é responsável por garantir o pagamento de todas as contas referentes ao estabelecimento, garantindo o funcionamento pleno de suas operações.

5 – Vislumbrar o retorno do investimento

O indivíduo deve ter em mente quando será atingido o payback, ou seja, quando conseguirá o retorno de todo o seu investimento, expresso em tempo (anos), assim como a previsão, dada pelo franqueador, do faturamento médio. Dessa forma, é possível analisar quando seu negócio realmente começará a lucrar, superando todo o gasto inicial para o desenvolvimento da atividade.

6 – Análise da documentação

Existe uma legislação específica para a franquia que é a Lei 5.999/95 (você pode acessá-la aqui). A COF, Circular de Oferta de Franquia, é o documento que você deve solicitar ao franqueador para analisar as regras do negócio e outros aspectos. O contrato só deve ser assinado após a leitura e concordância desse documento. Na assinatura do Contrato de Franquia as partes interessadas assumem os riscos envolvidos e compromissos financeiros do novo negócio. Se você não entender muito de legislação, contrate um advogado.

7 – Converse com franqueados da marca escolhida

Você já está quase decidido pela marca. Já leu a COF e o Contrato mas, antes de assinar, converse com um ou mais franqueados da rede. A lista de franqueados e seus contatos estará na COF. A lista de ex-franqueados também. A conversa com essas pessoas é bacana para tirar dúvidas sobre a prática do negócio e entender mais sobre como é o relacionamento com o franqueador.

São muitas as etapas para a montagem de uma franquia e, assim como todo negócio, exige preparação, planejamento e ajustes. No site da ABF você também vai encontrar bastante conteúdo rico sobre franchising.

Se ficou alguma dúvida sobre o nosso passo a passo ou se você possui alguma dica ou sugestão, entre em contato com a gente. Será um prazer conversar sobre franchising com você!

João Gabriel Ribeiro

João Gabriel Ribeiro

Analista de Marketing Digital do Grupo Alento, franqueadora detentora das marcas Billy The Grill, Vizinhando e Naa! Sushi Bar.

Facebook Comentários