Checklist para avaliar ponto comercial para alimentação

Checklist para avaliar ponto comercial para alimentação

4 de julho de 2019

Montar um checklist para avaliar ponto comercial para alimentação pode ser um diferencial no sucesso do seu negócio. Afinal, ótimos produtos e serviços nem sempre são suficientes quando você opta pela localização errada.

Porém, ainda que a escolha do ponto seja fundamental, muitos empreendedores são negligentes no processo ou simplesmente não sabem como realizá-lo da melhor maneira.

Para ajudar nessa tarefa, preparamos este checklist com os principais fatores que devem ser considerados na hora de avaliar ponto comercial. Confira!

Checklist para avaliar ponto comercial para alimentação

Frequência do público-alvo

Sem dúvida, um dos principais fatores que tornam um ponto ruim é a baixa frequência do público-alvo. Não há contra-argumento: o serviço e os produtos podem ser de qualidade, mas se a localização não favorece, dificilmente o negócio se mantém.

Por isso, na hora de avaliar ponto comercial, analise sob a perspectiva dos seus clientes. Ao chegar à fase de escolha do local, certamente você já definiu o perfil do seu consumidor. A partir daí, é só fazer um estudo comparativo para entender se o seu público frequenta a região. Não tenha dúvidas, esse trabalho será essencial para o sucesso do negócio.

Visibilidade do ponto comercial

Com certeza você já ouviu um ditado que diz que “o que não é visto, não é lembrado”. Entre outras coisas, ele mostra que o nosso interesse está muito ligado ao que podemos ver. Então, se o cliente não consegue enxergar o seu estabelecimento, dificilmente ele se sentirá atraído.

Ou seja, ainda que a região escolhida seja interessante para o seu nicho de atuação, bons resultados podem não vir, caso a visibilidade completa da loja esteja comprometida.

Muitos empreendedores cometem o erro de avaliar ponto comercial somente de um ângulo, limitando a conclusão do estudo. A análise sobre a visibilidade do imóvel deve considerar o cliente que chega de diversas formas, como:

  • de ônibus;
  • de carro;
  • a pé.

O intuito é facilitar e permitir que todos os grupos tenham a mesma visão do seu novo negócio. É preciso, por exemplo, garantir que nenhum obstáculo limite a apresentação da fachada, pois muitas promoções são alavancadas quando anunciadas na vitrine ou em frente à loja.

Acessibilidade

Garantir que qualquer cliente chegue facilmente ao estabelecimento é um dever básico de todo empreendedor. Afinal, não adiantará chamar a atenção das pessoas se elas tiverem extrema dificuldade para acessar a sua loja.

Nesse sentido, ao avaliar ponto comercial, é preciso verificar se ele não se encontra em uma avenida de trânsito intenso, tornando até perigosa a movimentação dos clientes. Se for um local de pouca sinalização, sem semáforos ou faixas de pedestre, a situação é ainda pior.

Um bom ponto comercial deve oferecer estacionamento para carros, motos e até bicicletas. Considerando que o seu ramo de atuação é o alimentício, é interessante que o cliente passe bastante tempo na loja.

Se tratando de acessibilidade, é vital verificar também:

  • a condição das calçadas na frente do ponto;
  • a iluminação pública no período da noite;
  • a existência de rampas de acesso.

Vizinhança

Ser a marca preferida é sempre importante, mas começar o negócio em um ponto isolado nunca é recomendável. A verdade é que, por mais que alguns gestores pensem o contrário, estar perto dos concorrentes tem as suas vantagens.

Ao avaliar ponto comercial, não se esqueça: se existem outras empresas do mesmo ramo atuando na região, é provável que o público responda bem àquele nicho. Além disso, o trabalho de pesquisa da concorrência se torna mais simples e assertivo.

Porém, é preciso tomar alguns cuidados. É fundamental entender como os clientes enxergam as empresas de alimentação que atuam na região. Muitas vezes, já há um consenso negativo sobre o ramo, o que pode acabar afetando o início do seu negócio.

O melhor caminho é avaliar a relação dos concorrentes com o público. Estude os pontos fracos e fortes do relacionamento e entenda o quão vantajoso é trabalhar dentro de tal cenário.

Infraestrutura

Infelizmente, muitos negócios estão fadados ao fracasso em razão da região, assim como alguns são alavancados rumo ao sucesso pelo bom status do bairro ou município. Não tem como fugir: na hora de avaliar ponto comercial para alimentação, é preciso considerar os problemas macroambientais.

Existem questões como segurança pública, fornecimento de energia, saneamento básico etc, que o empreendedor não tem como interferir diretamente. Por mais que ele insista, as mudanças dependem de terceiros para acontecer de fato.

Então, não adquira um ponto sem a infraestrutura necessária. Lembre-se que um negócio de alimentação precisa passar por diferentes avaliações para ser liberado. Sem água e luz, por exemplo, é praticamente impossível começar o trabalho.

Analise também as opções de planos de internet disponíveis para a região. Atualmente, oferecer conexão para os clientes na hora do almoço, lanche ou jantar é quase obrigatório.

Custo do ponto

Logicamente, quanto mais bem avaliado o ponto estiver no seu checklist, melhor para o seu negócio. Porém, é necessário entender que se trata de um investimento de médio e longo prazo.

Por isso, não basta que o local seja perfeito estruturalmente: é preciso considerar o seu capital financeiro. Como se trata de uma cobrança mensal, o aluguel do ponto passa a ser mais um custo.

A melhor maneira de não correr riscos é fazer um cálculo de todos os custos e comparar com o seu capital de reserva. Analise também a perspectiva de retorno, pois alguns setores podem demorar um tempo maior para trazer rendimentos ao empreendedor que outros.

Ao final do cálculo, se o resultado não estiver compatível com a sua capacidade financeira, não vale a pena assumir o compromisso de locação. Busque outros imóveis que tenham os mesmos requisitos, mas que estejam dentro da sua realidade.

Disponibilizamos um checklist para você não errar na hora de avaliar ponto comercial para alimentação. Outra dica importante é jamais iniciar a sua jornada com apenas uma opção. Selecione entre três e cinco locais para visitar e analisar cada fator apresentado aqui. O importante é garantir o melhor para o seu negócio e os clientes.

Facebook Comentários