Cloud Kitchen: você já conhece esse novo modelo de negócio?

Cloud Kitchen: você já conhece esse novo modelo de negócio?

11 de setembro de 2020

Nos modelos de franquia que conhecemos, principalmente no ramo de alimentação, vemos mudanças serem realizadas a todo momento. O setor de delivery, que já estava em crescimento, tornou-se a única alternativa de muitos negócios na pandemia, e promete movimentar mais de 15 bilhões de reais até o fim deste ano. Como citamos em nosso texto sobre a força do franchising na pandemia, muitas marcas tiveram que se adaptar ao “novo normal” e passaram a trabalhar com o sistema de entrega em casa ou retirada de pedidos. As cloud kitchens, cozinhas compartilhadas, surgiram como uma opção de negócio voltada totalmente para o delivery, e não possuem qualquer tipo de atendimento no balcão ou área física para receber clientes. Idealizadas para funcionarem como cozinhas compartilhadas e com restaurantes 100% digitais, ainda podem receber mais de uma marca no mesmo ambiente.

Confira como funciona esse modelo de negócio:

Como funcionam as cloud kitchens?

Sem qualquer tipo de atendimento em balcão, as cloud kitchens funcionam em espaços equipados para a preparação de pratos e diferentes refeições. A área precisa ter acesso à internet e funcionar com um sistema de logística para entregas. É ideal, portanto, que tenha espaço para receber entregadores e despachar esses pedidos. A partir desses requisitos, será possível ajustar diversas marcas em um só local, reunindo culinárias diversas. Dessa forma, uma só unidade pode oferecer refeições durante todo o dia, do café da manhã ao jantar.

Este espaço também pode ser alugado por mais de uma pessoa. Ou seja, é possível dividir o custo do aluguel, economizando ainda mais. Os pedidos também podem ser recebidos de forma individual por cada restaurante. O ideal é que, para impactar o maior número de pessoas, estes restaurantes estejam em grandes plataformas de delivery, que normalmente possuem o modelo “full service”, onde recebem o pedido e também são responsáveis pela contratação de entregadores. O restaurante fica responsável apenas pela preparação dos pratos.

Por que vale a pena investir em uma cloud kitchen?

Baixo investimento inicial

Empreender na área de alimentação requer, na maioria das vezes, um investimento alto, e parte desse gasto está na preparação de um salão. Afinal, é ideal ter um ambiente agradável para receber os clientes. Em uma cloud kitchen, não há custos com decoração e mobiliário, e o espaço é menor que o necessário para uma loja física. 

Tempo de implantação menor

Além dos custos reduzidos, o tempo de implantação de uma cloud kitchen é menor do que uma loja com salão. Na busca por um empreendimento de um sucesso, a pesquisa pelo ponto ideal e o período de obras é um dos fatores que mais demandam tempo. Com a cloud kitchen, é possível iniciar o seu novo negócio em semanas. 

Ambiente compartilhado

Além de dividir custos como aluguel, gás, luz e internet, há objetos e espaços de trabalho que também podem ser compartilhados. Se você possui um restaurante que opera em só uma parte do dia, pode buscar por outra marca que opere em outra parte, dividindo custos até de mercadoria. No entanto, a higiene deve ser a prioridade. Lembre-se de higienizar qualquer tipo de objeto ou espaço.

Tecnologia a seu favor

Como é um negócio 100% digital, as plataformas de entrega devem ser as suas maiores parceiras. Se você já possui um aplicativo próprio, também pode utilizá-lo, mas a parceria com essas plataformas garante que as suas marcas serão vistas por consumidores que desejam fazer pedidos on-line. Mas não esqueça: como é um negócio totalmente digital, é necessário investir em marketing e no atendimento ao cliente, respondendo aos comentários e analisando as avaliações de cada pedido.

A quarentena acelerou o crescimento do delivery em nosso país, e as cloud kitchens vieram para facilitar o processo de empreender na área da alimentação. Ficou interessado neste modelo de negócio? Conheça a Cloud Kitchen Brazil, que possui oito marcas e já está presente em diversos pontos do Rio de Janeiro.

Alimento foto criado por freepik – br.freepik.com

Luiz Felipe Costa

Luiz Felipe Costa

Luiz Felipe Costa é CEO do Grupo Alento, detentor das marcas Billy The Grill, Vizinhando e Naa! Sushi Bar, e também vice-presidente da ABF-Rio. Pretende ainda lançar novas marcas em 2020.

Facebook Comentários

Deixe uma resposta