Erros comuns de franqueados que não obtiveram sucesso

Erros comuns de franqueados que não obtiveram sucesso

2 de novembro de 2018

Conhecer e entender os erros comuns de franqueados é importante para você que planeja entrar em um setor cada vez mais promissor no Brasil. Afinal, apesar do mercado de franquias apresentar grandes oportunidades, é preciso se mostrar verdadeiramente preparado.

Custos do negócio, modelo de gestão e contratação de pessoal: todos esses detalhes são importantes que devem ser considerados por todo novo investidor.

Para te ajudar, apresentaremos 5 erros comuns de franqueados que tiveram o sucesso das suas empreitadas prejudicado. Continue lendo e confira!

1. Custos acima do capital

O sistema de franquias é, de fato, bastante vantajoso em vários aspectos. Porém, antes de firmar contrato com alguma marca, o empreendedor precisa conhecer e analisar todos os custos e investimentos necessários para manter o negócio estável.

É justamente nesse ponto que se encontra o primeiro dos erros comuns de franqueados. Embora muitos analisem que as taxas de manutenção estejam acima de seus capitais financeiros, a ilusão do “retorno garantido” acaba fazendo com que tomem decisões precipitadas.

A consequência disso é a desestabilização do negócio em curto prazo e a perda dos direitos da franqueadora. Por isso, o melhor caminho é sempre pesquisar e realizar um comparativo entre os custos de manutenção e o seu suporte financeiro. Para não correr riscos, faça sempre uma previsão de médio/longo prazo.

2. Gestão ilusória

“Uma franquia rende sozinha, o empreendedor não precisa se preocupar com questões burocráticas.” Essa é uma visão bastante errônea, mas faz parte dos erros comuns de franqueados que entraram no mercado de forma despreparada.

De fato, a empresa matriz geralmente oferece e executa um trabalho de apoio à gestão. Isso é normal, afinal, trata-se de uma continuidade da sua marca. No entanto, o novo franqueado precisa ser o gestor da sua loja, assumindo a responsabilidade de entender sobre os pontos mais importantes do negócio e tomar decisões próprias.

Ainda que a franqueadora tenha um padrão de gerenciamento definido, o novo estabelecimento não conseguirá progredir sem um líder. Ou seja: não há maneira de ganhar dinheiro com pouco esforço  Isso não existe no mercado de franquia.

3. Escolha equivocada do ponto comercial

A falta de gestão também explica outro dos erros comuns dos franqueados. Na maioria das vezes, a franqueadora deixa a cargo do investidor a escolha do novo ponto. Entretanto, quando o empreendedor não se mostra preparado ou interessado, a própria dona da marca o faz.

O fato é que nem sempre a franqueadora realiza um trabalho aprofundado de pesquisa antes de tomar a decisão. Não falta esmero na escolha, mas os critérios avaliados dizem mais a respeito da estrutura do ponto do que sobre questões geográficas e/ou demográficas da região.

O resultado disso é uma linda loja, mas com clientela limitada. Por fim, o franqueador passa a ter um ótimo estabelecimento comercial, mas pouco produtivo.

A maneira mais inteligente e eficaz de impedir esse cenário é garantir uma ótima escolha desde o início. O empreendedor precisa se mostrar ativo e realizar uma pesquisa séria sobre os melhores locais para a instalação da franquia. Entre os principais pontos de análise, ele deve incluir:

  • perfil do público da região;
  • concorrência local;
  • necessidades do público;
  • fluxo de movimentação;
  • força do comércio local.

4. Falta de perfil para o nicho escolhido

Pode parecer uma questão óbvia e até mesmo piegas, mas um negócio tem maiores chances de sucesso quando existe uma identificação entre o empreendedor e o ramo escolhido. Infelizmente, ignorar isso também está entre os erros comuns de franqueados.

Escolher uma marca que se mostra forte ou em crescimento no mercado é importante. Porém, esse não deve ser o principal critério para uma decisão final. O seu perfil social ou profissional precisa estar alinhado com os direcionamentos da franqueadora.

Isso não deve se limitar a questões práticas, por exemplo, entrar em uma franquia de restaurante ou fast-food sendo um vegetariano com certeza, em algum momento, essa incompatibilidade causará um impacto negativo. De qualquer forma, como mencionado, os valores e a missão da empresa também precisam combinar com os do empreendedor.

Continuando com o exemplo do fast-food: se uma das missões da franqueadora é oferecer o atendimento ou a entrega mais rápida, isso exigirá o perfil de um gestor comprometido e que não tenha problemas em colocar a mão na massa. Caso você acredite que um franqueado não deva participar ativamente do negócio, dificilmente dará certo.

5. Negligência na contratação de pessoal

A sua empresa só oferece o melhor serviço quando conta com a melhor equipe de funcionários. Em qualquer outro setor, a maior parte dos empreendedores entende esse conceito, mas ao entrar em um sistema de franquias, até o mais experiente investidor cai na armadilha da “marca que se vende sozinha”.

Com essa ideia fixa, muitos franqueados acreditam que não precisam de profissionais diferenciados para alcançar as marcas desejadas. Até com o intuito de reduzir custos, eles optam por realizar contratações a partir de baixos critérios avaliativos. Esse tipo de atitude é um dos erros comuns de franqueados.

Além de contratar profissionais capacitados, o empreendedor também precisa investir na gestão de pessoas, priorizando uma rotina de trabalho que valoriza os funcionários e os mantenha sempre motivados e engajados.

Esses foram alguns erros comuns de franqueados que você precisa evitar. Não adianta investir alto em uma marca se você não se prepara corretamente para executar uma gestão diferenciada. Então, analise as informações apresentadas e prepare-se para se tornar bem-sucedido no mercado de franquias.

O Portal do Franchising, mantido pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), oferece uma série de opções excelentes em investimentos. Conheça o perfil de franqueado do Billy The Grill, considerada uma das melhores franquias de alimentação do Brasil em 2017!

João Gabriel Ribeiro

João Gabriel Ribeiro

Analista de Marketing Digital do Grupo Alento, franqueadora detentora das marcas Billy The Grill, Vizinhando e Naa! Sushi Bar.

Facebook Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *