O aumento do número de jovens empreendedores na era digital

O aumento do número de jovens empreendedores na era digital

23 de outubro de 2019

Não que a geração atual tenha desistido de fazer faculdade e entrar em uma empresa multinacional ou um órgão do governo. Porém, não há como negar o recente aumento de jovens que têm o empreendedorismo como grande primeiro objetivo profissional.

Já existem várias pesquisas que mostram a grande participação de jovens empreendedores na criação de pequenas e médias empresas. Com a facilidade da informação promovida pela era digital, muitos optaram por se jogar no empreendedorismo em vez de procurar emprego fixo.

Mas qual é o perfil desses jovens empreendedores? E quais são os tipos de negócio mais buscados por essa geração? Continue a leitura para descobrir!

Jovens empreendedores na era digital

O surgimento de ideias sempre foi uma constante na nossa história. Inclusive, muito da nossa evolução é fruto disso. A grande diferença é que, hoje, tudo acontece de maneira muito mais dinâmica.

Se no passado as pessoas precisavam esperar a boa vontade de grandes investidores para iniciar novos projetos, atualmente, a facilidade de acesso à informação mudou o cenário por completo.

Agora, se você tem uma ideia, pode buscar individualmente os melhores caminhos para colocá-la em prática. E essa mudança de realidade ajudou a transformar jovens sonhadores em empreendedores.

Pessoas entre 18 e 35 anos, bem informadas e dispostas a arriscar. Em geral, esse é o perfil dos empreendedores da nova geração. É claro que eles objetivam ganhar dinheiro com as suas inovações. Porém, muitos decidem empreender não por necessidade, mas sim pela vontade de aproveitar as oportunidades do mercado.

Ou seja, em vez de simplesmente garantir empregos fixos e ótimos salários, os jovens empreendedores pesquisam pelas necessidades de clientes que o mercado ainda não consegue suprir e iniciam os seus negócios a partir desse ponto.

As áreas mais buscadas

Como explicado, essa mudança de perfil nos jovens empreendedores brasileiros aconteceu muito em razão da evolução tecnológica, principalmente a popularização da internet. E é justamente o negócio digital que encabeça a lista de setores preferidos dessa geração.

Empreendedorismo digital

Por causa da comodidade e facilidade de gestão, o empreendedorismo digital é a primeira opção de muitos jovens. É uma escolha até natural, tendo em vista as grandes possibilidades de negócios que a tecnologia oferece.

Além disso, é um setor que demanda baixíssimo investimento inicial, com pessoas começando projetos até mesmo do sofá de casa. Com isso, os jovens empreendedores conseguem explorar as oportunidades com maior flexibilidade.

Franquia

O setor de franquias também entra na lista de mais benquistos pelos jovens empreendedores. Embora demande um valor inicial maior que o empreendedorismo digital, também é um modelo de negócio seguro para quem inicia a sua caminhada no mundo empresarial.

O franchising é um modelo em alta, que consegue conquistar números surpreendentes mesmo diante de crises políticas e econômicas. Além disso, ele oferece um padrão de gestão particular, no qual o franqueado já encontra uma cartilha de sucesso praticamente pronta.

Claro que é preciso muita dedicação e seriedade por parte do investidor. Porém, como vimos, disposição para desenvolver projetos é uma das principais características dos jovens empreendedores.

Uma ótima dica para facilitar a jornada dentro do franchising é escolher marcas que tenham experiência no mercado e correspondam ao seu perfil empreendedor.

As vantagens de contar com uma geração empreendedora

Contar com uma geração empreendedora é vantajoso para os clientes e o mercado. Enquanto os consumidores conseguem ter acesso a serviços e produtos que não estavam disponíveis, o mercado se mantém aquecido e atualizado com ideias.

Além disso, quanto maior o número de novos empreendimentos, maior também é a geração de empregos. Para o crescimento da economia do país, isso é fundamental.

Outro ponto benéfico diz respeito à qualidade de vida. Os jovens empreendedores tendem a escolher áreas que melhor lhes representam, aumentando a satisfação diária nas vidas profissional e pessoal.

Enfim, investir em ideias e projetos que correspondam às necessidades dos clientes talvez seja mais seguro e gratificante do que disputar um emprego fixo em um mercado tão inflado quanto o atual. E os jovens empreendedores chegam cada vez mais rápido a essa conclusão. Por isso, analise as informações e avalie qual é o modelo de negócio melhor representa o seu perfil.

O Portal do Franchising, mantido pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), oferece uma série de opções excelentes em investimentos. Conheça o perfil de franqueado da Billy The Grill, considerada uma das melhores franquias de alimentação do Brasil em 2019!

Facebook Comentários