Royalties de franquias: o que é e por que devo pagar?

Royalties de franquias: o que é e por que devo pagar?

17 de maio de 2018

Todos já sabem que entre empreender sozinho ou optar por abrir uma franquia, a franquia é o meio mais seguro para o novo empreendedor ter sucesso, certo?

Ao abrir uma franquia, o investidor tem acesso a um negócio já testado, obtendo o direito de uso de uma marca já consolidada e também recebe todo know-how de como fazer para operar o negócio com apoio de um suporte, treinamentos e manuais que recebe do franqueador.

Mas quando se fala em pagamento de royalties logo vem a pergunta:

Por que devo pagar a franqueadora periodicamente um percentual do faturamento ou do lucro da minha operação?

Mais comum ainda é o questionamento do franqueado já estabelecido, ou seja, quando ele já aprendeu, sabe operar o negócio e é o principal agente gerador de resultados na sua operação.

Como esse questionamento é muito comum, então vale a pena reforçar aqui o conceito e o entendimento do serviço de valor que o royalties visa remunerar. De acordo com a Lei de Franquia Brasileira (Lei 8.955/94) royalties é a:

“… remuneração periódica pelo uso do sistema, da marca ou em troca dos serviços efetivamente prestados pelo franqueador ao franqueado”.

Estão inclusos nesses serviços o uso do know-how a respeito do funcionamento da franquia, dos métodos operacionais, softwares e tudo o que envolve a operação da unidade do franqueado.

A lei em questão não estabelece quais tipos de royalties podem ser cobrados. Então, não são impostas restrições quanto a como eles serão cobrados do franqueado.

O que fica determinado na lei 8.955/94 é que ela garante que na circular de oferta de franquia devem ser proporcionadas “informações claras quanto a taxas periódicas e outros valores a serem pagos pelo franqueado ao franqueador ou a terceiros por este indicados, detalhando as respectivas bases de cálculo e o que as mesmas remuneram ou o fim a que se destinam”.

Royalties é remuneração contínua porque é contínuo os benefícios e serviços que o franqueado recebe.

A lei não detalha, mas os royalties viabilizam o desenvolvimento de estratégias que impactam diretamente o dia a dia do franqueado, entre elas estão:

Equipe

Uma boa franqueadora investe na sua estruturação buscando desenvolver uma equipe sempre bem treinada e capacitada para atender aos franqueados, visando sempre aumentar a sua lucratividade.

Desenvolvimento contínuo

Os royalties são a principal e muitas vezes a única fonte de receita da franqueadora. É com essa receita que desenvolve o negócio, cria novos produtos, novos métodos de controle, processos e ferramentas para garantir uma operação de excelência.

Expansão

Uma marca que não cresce, tende a morrer. Por isso, o trabalho constante do franqueador na expansão da marca reforça o valor do negócio que é também do franqueado.

Ampliar a market share e tornar a marca cada vez mais conhecida gera valor para as operações existentes. Assim o royalties ajuda a franqueadora a estruturar a sua expansão e continuar crescendo e gerando novos negócios.

Fornecedores

Quando a franqueadora consegue ter um bom número de lojas, a negociação por produtos de qualidade e com bom preço ficam melhores e mais viáveis tanto para fornecedores quanto para franquia.

Gerando volume, fica mais fácil reduzir custos sem abrir mão de produtos de qualidade. Negociações em rede também viabilizam inovação e desenvolvimento.

Com isso, a franqueadora consegue atingir seu principal objetivo, que é ter modelos de negócio que viabilizem operações saudáveis e rentáveis.

Outro ponto importante de ressaltar é que o royalties não é devido apenas se seu negócio vai bem. Muitas das vezes, o franqueado que não está apresentando resultado é aquele que mais demanda apoio (como tem que ser) e recebe o suporte e serviços da franqueadora.

Pensar no valor e não no custo que o royalties representa para a sua unidade franqueada é importante para que o franqueado estabeleça uma relação próspera com o franqueador, usando ao máximo dos serviços que essa cobrança visa remunerar e usando esse serviço para alavancar o faturamento, reduzir custos e melhorar os resultados do negócio.

Assim, ganha o franqueador e ganha também o franqueado!

Eduardo Soares

Eduardo Soares

Assistente de Expansão do Grupo Alento, franqueadora detentora das marcas Billy The Grill, Vizinhando e Naa! Sushi Bar.

Facebook Comentários